Parque apoia Sport Club Jaú

Sport Club Jaú. Este nome se impõe para cima dos adversários que disputam contra o time de futebol do Litoral Norte Gaúcho. Não porque tenha grande orçamento ou seja um clube grande como os da capital, mas porque durante os 90 minutos de partida, os jogadores se transformam em guerreiros, que perseguem a vitória. Essa determinação não é à toa, é resultado de muito treino e investimento nos guris. E, com muito orgulho, desde março, o Parque da Guarda tem contribuído para esta preparação.

 

 

Vovô, como carinhosamente é chamado pela torcida, devido aos seus mais de 90 anos de história, representa Santo Antônio da Patrulha no Gauchão Sub 15. A presença no campeonato gerou uma demanda: a necessidade de um local para treino. “Não poderíamos utilizar o nosso campo, pois precisávamos conservá-lo para os jogos. Então procuramos o Parque, que cedeu o seu espaço e não pediu nenhuma contrapartida” explica dr. Maurício Oliveira, diretor do clube.

Para o treinador, Paulo Guedes, a parceria é essencial para o desempenho no campeonato. “O Parque agrega muito no rendimento dos jogadores, é primordial, pois não podemos nos dar o luxo de passar dois ou três dias sem treinar”, avalia o técnico. Além do campo, alguns jogadores, que são sócios do Parque, aproveitam a Academia (aqui vai maíuscula para dar referência ao nome) para o treino físico.

 

 

E os garotos são bons. O Sub 15 do Jaú, foi bi campeões (?) da Sulicampe, campeonato regional apelidado de Gauchinho. Além da infantil, o time tem outras categorias, como a Sub 17. Para acompanhar o time você pode acessar a página no Facebook aqui.

Estamos na torcida, Vovô!

Leave a comment